“O Que, Exatamente, Você Faz?”

Essa pergunta é colocada frequentemente para o pessoal dos Arquivos Nazarenos. E há apenas uma boa maneira de respondê-la: compartilhando os seguintes relatórios dos últimos cinco anos na “The Dusty Shelf” (A Prateleira Empoeirada), o boletim oficial dos arquivistas da área de Kansas City.

​​​​​​
Da “Prateleira Empoeirada”, Vol. 15, no. 2, 1966-1997

Este último ano, os Arquivos Nazarenos assistiram o Seminário Teológico Nazareno mais próximo enquanto este celebrava seu Quinquagésimo Aniversário. Nossa assistência incluiu criar uma exibição permanente, focada no corpo docente fundador, e uma série de exibições temporárias montadas no lounge dos estudantes ao redor do tema “Mais Pregadores, e Melhores Pregadores”, uma frase do residente de Kansas City James B. Chapman, um superintendente Geral da Igreja do Nazareno, cuja campanha pessoal por uma faculdade de graduação em teologia levou à fundação do seminário em 1945.

Os Arquivos Nazarenos começaram a cooperar com o STN há mais de 12 anos, quando uma política não-competitiva foi acordada entre os Arquivos e a Biblioteca Broadhurst no STN: a biblioteca não coleciona ou coleta manuscritos e outros materiais de arquivos, e o sArquivos Nazarenos não coleta livros, exceto aqueles necessários para referência ou aqueles diretamente ligados a um manuscrito da coleção. Isso tem funcionado muito bem, e através deste mecanismo, nós temos adquirido, através dos anos, textos pessoais de diversos teólogos líderes na igreja e, na mais larga, tradição Wesleyana de Santidade. Dois anos atrás, nós também nos tornamos o repositório oficial dos registros administrativos do seminário e, agora, recebemos rotineiramente os registros não-ativos dos Escritório do Presidente e Escritório do Deão.

Na última primavera, Stan Ingersol visitou a Eastern Nazarene College em Quincy, Massachussets, para averiguar os arquivos. Em Maio, um relatório foi escrito e enviado para o presidente da ENC (que também é um historiador). O planos tinha um passo-a-passo sobre organização, descrição e preservação das coleções, e também pedia para os Arquivos da ENC coletar materiais que documentavam as igrejas Nazarenas e a cultura da igreja do Noroeste. O relatório foi adotado pelo presidente e administradores como o plano em voga e, em Junho, a Srta. Carrie Brown foi apontada como arquivista por meio-período, e bibliotecária por meio-período. Em Agosto ela recebeu treinamento nos Arquivos Nazarenos, e desde então ela reorganizou as coleções, as moveu para um ambiente seguro, fez um inventário e descreveu as principais, e começou o desenvolvimento de coleção sistemático. Estes passos vieram num tempo crítico: o centenário da ENC ocorre em cinco anos. Encorajar e promover um sistema de arquivos regionais ao redor da conexão da igreja internacional é uma função importante dos Arquivos Nazarenos.

A visita à Boston incluiu tempo em Cambridge, onde a Igreja do Nazareno de Cambridge doou as primeiras minutas da igreja e outros registros para os Arquivos Nazarenos. A aquisição incluiu fotografias da igreja e seu fundador, Rev. John N. Short, um dos fundadores chave da igreja do Nazareno no Oeste.

Outras acessões recentes incluem doações significativas de fotos e materiais relacionados a J. B. e Maude Frederick Chapman, incluindo fotos de suas famílias estendidas e seus filhos e netos. Leitores que assistem regularmente “The News Hour with Jim Lehrer” estará interessados em saber que os Chaomans são avós maternos do Sr. Lehrer. AS fotografias, doadas por antigo residente de Kansas City Grace Ramquist, incluem três ou quatro imagens com o nacionalmente famoso âncora do noticiário nelas.

 

Da Prateleira Empoeirada, Vol 15, no. 3, 1996-1997

Em Julho, um significativa adição de 15 pés cúbicos de papers acadêmicos e profissionais foram adicionadas ao Mildred Bangs Wynkoop Collection. O autor de livros e artigos em teologia histórica e sistemática, os apontamentos de Wynkoop incluem servir como presidente da Faculdade Junior Nazarena do Japão, professor de teologia sistemática no Seminário Evangélico Oeste (Portland, Oregon) e da Faculdade Nazarena de Trevecca (Nashville, Tennessee), e teólogo em residência no Seminário Teológico Nazareno. A adição incluiu centenas de fotografias abrangendo sua carreira, assim como descrição dos cursos, notas de palestras e outros materiais de sala de aula.

A Coleção Emma Colburn recebeu, no final de Agosto, nova luz nas origens da denominação na Costa Oeste dos EUA. A coleção é composta de cartas escritas de Los Angeles para a Sra. Colburn de Seattle por Phineas Bresee, fundador principal da Igreja do Nazareno, e sua esposa, Maria Bresee. A Sra. Colburn era confidente mui próxima dos Bresees e as cartas refletem algumas das dificuldades do início da um novo corpo religioso.

A Coleção Harvey Finley recebeu, neste verão, documentações do ensino das Escrituras em Hebraico do Seminário Teológico Nazareno de 1950 até 1990. Finley recebeu seu doutorado na Universidade Johns Hopkins onde o distinto arqueólogo, William F. Albright, foi seu mentor. Finley trouxe as perspectivas de arqueologia bíblica de Albright para as salas de aula Kansas City. Os seis pés cúbicos da coleção incluem  notas de palestras, descrições de cursos, documentos diversos e outros materiais de classe.

Outras adições recentes incluem papers coletados do Consultation on the Relationship Between the Natural Sciences and the Wesleyan Tradition (1991), e a tese de mestrado de Rich House em Sociologia na UMKC em “Women Clergy in the Church if the Nazarene: An Analysis of Change from 1908 to 1995.”

 

Da Prateleira Empoeirada, Vol. 16, No. 1, 1997-1998

A Coleção Emma Colburn é uma importante adição recebida no fim do Outono. A Sra. Colburn, de Seattle, era amiga íntima dos fundador primário da Igreja do Nazareno, Phineas Bresee, e sua família. Entre 1903 e 1920, ela recebeu mais de cinquenta cartas de Bresee, sua esposa, e seu filha Sue. As cartas são importantes novas fontes nas origens Nazarenas em Los Angeles, um centro primário onde a igreja emergiu. Os Bresees eram marcantes pela franqueza em suas visões e comentários. A coleção foi doada pela antigo residente de Kansas City Alpin Bowes.

Os Arquivos foram permitidos a copiar um diário de viagem de Mary Dupertuis, um imigrante suíço que passou sua infância na fronteira de Oklahoma. O diário permanece em posse da família. Ele descreve a migração da família Dupertuis do território do Oklahoma para o Estado de Washington em 1899, com insights nas influencias religiosas Americanas na família. Pôr foi, posteriormente, um membro da Primeira Igreja do Nazareno de Seattle e a mãe de teólogos como Mildred Wynkoop (Nazareno) e Carl Bangs (Metodista Unificada), que lecionou em seminários teológicos de pós graduação em Kansas City. Outra filha de Môry foi pastora Nazarena e missionária no Alaska.

Outras adições recentes refletem o caráter internacional dos Arquivos, incluindo fotografias tiradas em cerimônias de ordenação para novos ministros no Haiti, os papers da falecida Mary Cooper, missionaria na Suazilândia, e os papers de Ruth Dech, missionaria na América Central.

 

 Da Prateleira Empoeirada, Vol. 16, No. 2, 1997-1998

Lon Dagley, membro do pessoal dos Arquivos Nazarenos desde 1986, aceitou uma proposta em Abril para trabalhar no escritório da Tecnologia em Informática no Quartel General Nazareno (agora Centro Global de Ministério). Enquanto as contribuições de Lon para o futuro desenvolvimento dos arquivos farão falta, Lon continua a trabalhar fora de sua velha mesa nos Arquivos no presente, usando suas habilidades no computador para preparar o Escritório do Secretário Geral para a Assembléia Geral Quadrienal da Igreja do Nazareno em junho. Lon tem sido um membro ativo na KCAA pelos anos nos Arquivos Nazarenos.

As coleções dos Arquivos têm sido utilizados por diversas entidades preparando exibições para a Assembléia Geral. Essas incluem vídeos preparados por diversos departamentos da igreja e uma significante contribuição para a exibição do Escritório do Secretário Geral.

Os papers de Raymond W. Hurn é uma de nossas mais significativas adições. Hurn serviu a igreja como pastor, superintendente distrital no Oeste do Texas, Secretário Executivo do Departamento de Missões Nacional e Superintendente Geral (1985-1993). A adição de 12 pés cúbicos trata estritamente sobre sua superintendência geral e os distritos, entidades educativas e departamentos do Centro Global de Ministério sob sua jurisdição. Hurra tem sido um forte apoiador dos Arquivos e mais de 100 rolos de microfilme e outros papers relacionados ao começo de sua liderança na área de missões nacionais e crescimento da igreja foram doados diversos anos atrás.

Os Arquivos, também recentemente, recebeu mais 300 rolos de microfilme da Divisão de Missão Global de papers que espanam de 1911 até 1985. Esses, incluem papers financeiros e correspondências missionárias e e de pastores nacionais fora da América do Norte.

 

Da Prateleira Empoeirada, Vol.17, No.1, 1997-1998

Tipicamente, uma seção de adições inlucem “algo velho e algo novo”, e até “algo emprestado”. O passado recente não é exceção. Adições recentes incluem cópias de microfilmes das minutas da junta administrativa e outros registros da Primeira Igreja do Nazareno de San Diego, datadas de 1907 até o presente. Estes foram emprestados aos Arquivos para fazerem microfilmes. O custo para este processo foi coberto pelo fundo do Memorial Merle Dimbath, que é designado para a preservação de registros congregacionais. Nossas mais novas adições incluem fotografias e materiais do Congresso de Mulheres do Clero do distrito da cidade de Kansas City em 1998 (Igreja do Nazareno). O material das Mulheres no Clero não apenas documenta o network de mulheres locais, mas a coleção também encaixa com um espectro maior de coleções e materiais produzidos pela atual Conferência Internacional de Mulheres no Clero Weslayana de Santidade. Essa organização é composta de mulheres no ministério de denominações como Metodista Livre, Igreja Wesleyana, Exército da Salvação, Igreja de Deus (Anderson, Indiana), Irmãos em Cristo, Amigos Evangélicos e Igrejas do Nazareno. Dois anos a trás, os Arquivos Nazarenos foi designado como o repositório oficial da organização, que patrocina uma conferência internacional a cada dois anos.

No meses finais de 1997, os Arquivos receberam papéis do Dr. Donald Owens, que aposentou-se no final de dois termos (oito anos) presente na Junta de Superintendentes Gerais. Sua carreira diversa inclui serviço como pastor missionário e administrador na Coréia do Sul, professor de antropologia e missões no Seminário Teológico Nazareno, presidente fundador do Seminário Teológico Nazareno da Ásia-Pacífico em Manila, e segundo presidente da MidAmerica Nazarene College em Olathe, Kansas. Os Arquivos também receberam 342 rolos de microfilme da World Mission Division e 39 rolos da Church Growth Division.

A Coleção H. H. Hooker foi recebida em meados de 1997 mas merece comentários. Hooker foi ministro e superintendente distrital cuja carreira foi largamente gasta no Sul. A Coleção de diários e pregações também contém itens únicos: uma grande quantidade de diferentes produtos do tabaco, entregues no mourner’s bench por penitentes durante o avivamento Hooker conduzido no Alabama nos anos de 1940.

 

Da Prateleira Empoeirada, Vol. 17, No.2, 1997-1998

A recente restauração de seções do prédio da Junta Geral no esquina da 63d Street e The Paseo marcou o advento de um verão de frenética atividade para o pessoal dos Arquivos Nazarenos. No começo de Junho, os Arquivos mudaram do primeiro andar, que ocupava desde 1979 para o espaço recentemente remodelado no terceiro andar do prédio. A mudança é a habitual mistura de benefícios e obrigações. O maior benefício é um crescimento significativo do quarto de estoque com excelente sistema de controle e humidade que em muito supera o antigo sistema do antigo quarto de estoque. O novo quarto de estoque faz um excelente trabalho ao atender nossa presente necessidade de estocar. Ao mesmo tempo, comprometimentos tiveram de ser feitos. O problema foi que nossa área de trabalho, pesquisa e exibições diminuíram. A área total atribuída para os Arquivos é próxima da anterior; a grande área de estoque comprometeu outras áreas dos Arquivos. Dois meses depois, nós ainda estamos nos assentando.

Um de nossos funcionários, Jerry Austin, saiu em Maio para se tornar pastor de uma congregação Nazarena em Chicago. Outro funcionário, Greg Brunson, tirou licença para atender a escola de candidatos a capelões da Força Aérea. O buraco no pessoal foi preenchido ao contratar por curto prazo, dois arquivistas de projetos para: Joel Thornton, um estudante da Trevecca Nazarene University em Nashville, e Dr. Richard Cantwell, presidente do Departamento de Música do Colégio Tabor. Ambos prestaram excelente serviço, e o Richard fez um trabalho tremendo ao organizar e fazer o inventário de 32 pés cúbicos da Coleção Mildred Wynkoop. Ramon Wycoff e Samuel Simoes, novos estudantes do Seminário Teológico Nazareno, uniram-se ao pessoal na última semana de Agosto. Greg também está de volta ao trabalho após sua licença.

Em Junho, Stan se uniu a Gordon Wetmore, presidente do Seminário Teológico Nazareno, em uma visita aos Arquivos da Metodista Unificada em Madison, Nova Jersey. Desde 1980, os Arquivos da MU são guardados num incrível prédio localizado alguns metros da biblioteca de Drew. Nossa visita incluiu um tour de todas as partes do prédio e discussões com diversos funcionários. A visita foi conduzida como parte de um plano para explorar a possibilidade de realocar os Arquivos Nazarenos para o Seminário Teológico Nazareno em alguns anos e incorporá-lo em um Centro para estudos Nazarenos que foi proposto pelo presidente Wetmore.

 

Da Prateleira Empoeirada, Vol. 17, no. 3, 1997-1998

Os Arquivos Nazarenos publicou um boletim de 50 páginas em 1985 para coincidir com a primeira Conferência Nazarena de Ministério de Compaixão. Duas mil cópias foram distribuídas antes de sair de impressão em 1990. No último Outono uma edição mais compreensiva foi publicada. Resgatar os que Perecem, Cuidar dos que Morrem: Fontes e Documentos sobre os Ministérios de Compaixão nos Arquivos Nazarenos, Segunda Edição (x98) é um guia ilustrado para 22 coleções  e uma hoste de materiais relacionados em outras coleções, que documentam ministérios sociais da Igreja do Nazareno ao redor do mundo, incluindo orfanatos, casa para mães não-casadas, hospitais, congregações orientadas aos ministérios sociais, e duas agências da igreja: Ministério de Compaixão Nazareno, e MCN EUA/Canadá. Duas das coleções documentam com detalhes o trabalho de instituições da área de Kansas City: o Kansas City Rescue Mission, que foi fundado da década de 1940 e tem operado por mais de meio século, e o Rest Cottage para mães não-casadas, fundada na virada do século e operando até a década de 1940. O livro-espiral de 100 páginas contém um guia de coleções de 50 páginas e reproduz uma relação de materiais representados nas coleções. Cópias estão disponíveis para membros da KCAA e instituições por $6 dólares de envio de correio, ($7 para não membros), contactando-se Stan Ingersol.

 

Da Prateleira Empoeirada, Vol. 18 inclusivo, 2000

Duas recentes e interessantes adições está relacionada a mulheres no ministério. Uma é cópia do registro oficial que documenta a ordenação de Anna S. Hanscombe, fundadora em 1890 de uma congregação em Malden, Massachusetts. Hanscombe foi ordenada ao ministério em 1892 pela Associação de Santidade Evangélica Central, um corpo irmão da Igreja do Nazareno atual. Essas cópias, enviadas pelo pastor da Igreja do Nazareno de Malden, documentam o processo, incluindo sua eleição para a ordem de anciões pela sua congregação, examinação por um presbitério de ministros ordenados, e detalhes do culto de ordenação. Ela foi a primeira mulher ordenada por um corpo parente da Igreja do Nazareno.

Seu legados é refletido na coleção Lura Horton Ingler, também recebida da Nova Inglaterra. Lura Horton foi ordenada ao ministério em Chicago na primeira Assembléia Geral da Igreja do Nazareno (1907). Ela depois casou-se com um colega pastor e compositor de música evangélica Arthur Ingler. Sua coleção, doada no Outono de 1999, inclui seus diários, materiais relacionados à sua carreira ministerial, e mais de uma dúzia de fotografias tiradas em diversos estágios de sua vida de menina adolescente à adulta.

Os Arquivos começaram a microfilmagem sistemática da coleção David Hynd. Hund e sua esposa Scots que, em 1925, tornaram-se fundadores do Hospital Memorial Raleigh Fitkin em Manzini, Suazilândia. O hospital se tornou o centro de significativo trabalho médico Suazi e incluía cirurgias móveis e um leprosário. David Hund foi um pivô em estabelecer a Cruz Vermelha na Suazilândia e foi, provavelmente, o médico missionário de maior influência na história Nazarena. Esse projeto de Microfilme é vital não apenas para preservação, mas para proporcionar instituições educacionais Nazarenas na África, Grã-Bretanha e Américas divulgar e compartilhar o documentário da herança desta coleção, que compreende mais de caixas de cartas e papéis que abrangem sete décadas.

Outras adições incluem 31 rolos de correspondência microfilmada da Divisão de Missão Global; os diários de Flora Brown de 1910-1911, um ano em que ela viveu nas ilhas de Cabo Verde; e uma variedade de materiais relacionados a acampamentos e escritores música gospel do historiador Charles Edwin Jones.

 

Da Prateleira Empoeirada, Vol. 19, nos. 1-2 combinados, 2001

Dr. Richard Cantwell, presidente do Departamento de Música da Tabor College, retorna à Olathe a cada verão e tem trabalhado nos Arquivos por três verões consecutivos. O entendimento de Rich sobre música eclesiástica tem sido uma ajuda no passado, mas este verão ele alimentou outro interesse — a vida interna de congregações das igrejas — e focou sua atenção em nossas coleções congregacionais. Ele fez um excelente trabalho revisando e melhorando os inventários de coleções que temos relacionados a igrejas em Missouri, Kansas, Oklahoma, Nebraska, Nova Iorque, Califórnia, Pensilvânia e dez outros estados. Isso inclui a coleção da Primeira Igreja de Kansas City, cujas minutas da Junta da igreja foi recentemente microfilmado.

Os Arquivos receberam, recentemente, a Coleção de Pesquisa P. F. Bresee do biógrafo e teólogo Carl Bangs. Phineas Bresee (1838-1915), o mais significativo dos fundadores da Igreja do Nazareno, foi o objeto de uma biografia crítica pelo professor Bangs entitulado Phineas F. Bresee: Sua Vida no metodismo, o Movimento de Santidade, e a Igreja do Nazareno (1995). A coleção de 5,5 pés cúbicos contém os materiais ajuntados nos quais o livro se baseia, incluindo cópias de escassos materiais dos arquivos de conferências congregacionais Metodistas em nova Iorque, Iowa e Califórnia. Bangs, um amigo dos arquivistas através de sua carreira, tem consistentemente baseado suas principais publicações através de pesquisa pelos arquivos. Seu primeiro grande projeto começou quando ainda estudante de doutorado na Universidade de Chicago, foi um estudo do teólogo James Arminius do fim do período do século 16-comeco do século 17 na Holanda. Pesquisando na Universidade holandesa e arquivos municipais, mais tarde ele o publicou como uma biografia intelectual que ganhou à Bangs reconhecimento como um especialista na Reforma e história da religião na Holanda. A atenção aos detalhes é evidente em sua biografia de Bresee e está no centro do projeto atual: os Friesens Menonitas. Sua esposa, Marjorie Friesen Bangs, que fala holandês e alemão como seu marido, tem sido seu constante parceiro nestes projetos. Bangs serviu como presidente da American Society of Church History, e os Arquivos é grato em receber uma coleção substancial que aprimora nossas fontes relacionadas às origens Nazarenas.