A Igreja do Nazareno traça o seu início em 1908. Sua organização foi um casamento que, como qualquer matrimônio, juntou famílias já existentes criando uma nova família. Como uma expressão do movimento de santidade e sua ênfase na vida santificada, nossos fundadores uniram-se para tornarem um só povo. Utilizando o evangelismo, ministério de compaixão e educação, a igreja expandiu para tornar-se um povo de muitas culturas e línguas diferentes.

 

Dois temas centrais iluminam a história Nazarena:

O primeiro é “unidade em santidade”

A visão espiritual dos primeiros Nazarenos provém da essência doutrinária das pregações de John Wesley. Estas afirmações incluem a justificação pela graça através da fé, a santificação igualmente pela graça e através da fé, a inteira santificação como uma herança disponível a todo Cristão e o testemunho do Espírito, que testifica as Obras de Deus em nossas vidas. O movimento de santidade se ergueu em 1830 para promover essas doutrinas, especificamente a inteira santificação. Em 1900, no entanto, o movimento se dividiu.

 

P.F. Bresee, C. B. Jernigan, C. W. Ruth e outros líderes comprometidos se esforçaram para unir os segmentos de santidade. A primeira e segunda Assembleia Geral foram como o começo e o fim de um ciclo:

 

Em Outubro de 1907, a Associação de Igrejas Pentecostais da América e a Igreja do Nazareno fundiram-se em Chicago, Illinois, na primeira Assembleia Geral.

 

Em Abril de 1908, uma congregação organizada em Peniel, Texas, acrescentou ao movimento Nazareno os oficiais-chave da Associação de Santidade do Texas.

 

A Conferência da Igreja Cristã de Santidade da Pensilvânia se uniu em Setembro de 1908. Em Outubro de 1908, a segunda Assembleia Geral ocorreu em Pilot Point, Texas, a sede da Igreja de Santidade de Cristo. O “ano da união” terminou com a fusão dessa denominação do sul com seus semelhantes do norte.

 

Com a união da Igreja Pentecostal da Escócia e Missão Pentecostal em 1915, a Igreja do Nazareno adotou outras sete denominações anteriores e partes de outros dois grupos. 1 Os Nazarenos e a Igreja Wesleyana emergiram como as duas denominações que eventualmente reuniram os movimentos de santidade independentes em sua maioria.

“Uma missão para mundo” é o segundo tema central da história Nazarena.

Em 1908 havia igrejas no Canadá e trabalhos organizados na Índia, Cabo Verde e Japão e, pouco depois seguiram os trabalhos na África, México e China. As fusões de 1915 adicionaram congregações nas Ilhas Britânicas e trabalhos em Cuba, América Central e América do Sul. Em 1922 já havia congregações na Síria e Palestina. Com o Superintendente Geral, H. F. Reynolds advogando uma “missão para o mundo”, o apoio para o evangelismo mundial tornou-se uma característica distinta da vida Nazarena. Novas tecnologias foram utilizadas. A igreja começou a produzir o programa de rádio “Chuvas de Bênçãos” na década de 1940, seguido pela transmissão espanhola “La Hora Nazarena” e, posteriormente, transmissões em outros idiomas. Igrejas Indígenas de Santidade na Austrália e Itália uniram-se em 1940, outras em Canada e Grã-Bretanha nos anos de 1950 e uma na Nigéria em 1988.

 

Enquanto a igreja crescia em diversidade cultural e linguística, ela se comprometeu, em 1980, à internacionalização — uma política deliberada de ser uma só igreja com congregações e distritos mundiais, ao invés de dividir-se em igrejas nacionais como outras denominações protestantes. Na Assembleia Geral de 2001, 42 por cento dos delegados falavam inglês como língua secundária ou não falavam inglês. Hoje, 65 por cento dos Nazarenos, e mais de 80 por cento dos 439 distritos da igreja estão fora dos Estados Unidos. Um sistema primário de faculdades na América do Norte e Ilhas Britânicas tornou-se uma rede global de instituições. Nazarenos apoiam 14 instituições de artes liberais na África, Brasil, Canadá, Caribe, Coreia e Estados Unidos, assim como 5 seminários de pós-graduação, 31 faculdades de graduação Bíblica/Teológica, duas faculdades de treinamento em enfermagem e uma faculdade de educação no mundo todo.

Para mais informações sobre a história da Igreja do Nazareno, visite Arquivos Nazarenos

1.

As sete denominações foram: a Central Evangelical Holiness Association (Nova Inglaterra), a Association of Pentecostal Churches of America (Estados Meso-Atlânticos), New Testament Church of Christ (Sul), Independent Holiness Church (Sudoeste), Church of the Nazarene (Costa Oeste), Pentecostal Church of Scotland, e Pentecostal Mission (Sudeste).